Arquivo diários:30 de maio de 2014

Ata da Reunião do Comando de Mobilização da Geografia – 29.05.14

Informes

1 – A data da plenária departamental foi alterada para AMANHÃ, dia 30.05 as 17h na sala 9. Faremos uma passagem temporária no piquete para realização da atividade.

2 – Informe/relato sobre a pauta e as deliberações da última assembleia geral

3 – Calendário tirado na última assembleia geral

terça-feira:

Ato Unificado das 3 Universidades públicas do estado de SP, as 14h na Reitoria da UNESP

Reunião do Comando de Greve 18h

quarta-feira:

Assembleia Geral 18h

quinta-feira:

Incorporação ao ato indicado pelxs metroviárixs

sexta-feira:

Incorporação ao ato do MTST as 14h

Pauta da Reunião

Balanço sobre a última assembleia geral

Calendário de mobilização da próxima semana

Deliberações

Calendário

Segunda-feira:

15h – Atividade de construção do nosso projeto de cotas

Leitura de PL (Projeto de Lei) de cotas

18h – Assembleia da Geografia (na qual será tirada a delegação pro comando de greve geral)

Terça-feira:

14h – Ato Unificado das 3 Universidades públicas do estado de SP, na Reitoria da UNESP

18h – Reunião do Comando de Greve

Quarta-feira:

15h – Roda de Conversa sobre Permanência Estudantil

Convidar AMORCRUSP

Convidar outros Centros Acadêmicos para compor a atividade

Responsáveis: Geisy, Nathi, Mandi, Lucas

18h – Assembleia Geral

Quinta-feira:

14h – Filme no Espaço Aquário (atividade em conjunto com o Fórum do Espaço Aquário)

Responsável pelo projetor: Mari

16h – Próxima Reunião do Comando de Mobilização da Geografia

(acompanhado de balanço da última assembleia)

19h – Atividade no Auditório sobre COTAS

Convidar diferentes professores e o Núcleo de Consciência Negra

Responsáveis: Isadora, Geinne, Amanda, Adriana

Sexta-feira:

14h – Ato do MTST

18h – Atividade sobre Trabalho de Campo

Responsáveis: Renato, Ju Bonfim

PRIMEIRA ATIVIDADE DA GREVE – DEBATE SOBRE COTAS

DEBATE SOBRE A LEI DE COTAS (27-05)


Em 2013 vários campi da UNESP entrara em greve por permanência e contra o PIMESP: após mais de 3 meses de luta com mais de 10 ocupações, conquistaram cotas para serem implementadas a partir de 2014 até 2018.

INFORMES

Quinta-feira: plenária departamental. 17h.

Professor Wagner falou sobre aimportância da greve e da unificação das três categorias paracombater a privatização da universidade.

 

ATIVIDADE
* leitura coletiva da proposta de projeto lei de cotas *

Diversos estudantes levantam questões sobre a lei: a não distinção das cotas para negros e indígenas,que exclui a especificidade de cada grupo. Inconstâncias. Ambiguidades. Estudantes chegam a conclusão que a proposta não os contemplam.

PROPOSTAS

COTAS RACIAIS E SOCIAIS COMO EIXOPRIORITÁRIO DA GREVE DA GEOGRAFIA – estudantes irão massivamente à assembleia geral defender essa pauta.

SEGUNDA-FEIRA, 2-6, ATIVIDADE PARADEBATER PROJETO DE COTAS DA FRENTE PRÓ-COTAS.

PROPOR INCORPORAÇÃO DO NÚCLEO DECONSCIÊNCIA NEGRA, COLETIVO NEGRO E AMORCRUSP AO COMANDO DE GREVE NAASSEMBLEIA GERAL.

 

ATA DA ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA DA GEOGRAFIA – 23.05

Deliberações:

 

*Pautas da Geo caso entre em greve:

  • Permanência estudantil*
  • Universidade pública de qualidade sem corte de verbas*
  • Contra pagamento de mensalidade
  • Pela abertura do livro de contas
  • Pela volta do gatilho automático p/ docentes e funcionários
  • Cotas raciais e sociais*
  • Fim dos processos contra trabalhadores e estudantes*
  • Comandos de greve: cursos em greve – 1 delegado p/ 10 alu

 

ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA DA GEOGRAFIA – 26.05

Informes:

  1. Debate ocorrido no campo de GeoSP:

    – luta pelo trabalho de campo

    – projeto de centralização de ônibus de todas as unidades. FFLCH ficaria sem ônibus. Motoristas não recebem hora extra. Conclusões: permanência estudantil não é só blocos K e L e é preciso lutar pelo trabalho de campo com dignidade.

  2. Terça feira (27/05) às 18h: – Assembleia dos metroviários

    – Sexta feira às 20h no espaço verde evento em denúncia do genocídio da juventude negra com presença do B-Negão.

  3. MTST na paralisação e atos na cidade. Ato dia 6 de Maio no amistoso do Brasil.

  4. CCA da FFLCH vai se tornar um comando de mobilização. Atividades desse comando serão conduzidas com GFAU e AMORCRUSP.

  5. Congreção da FFLCH quis deliberar, em plenária, a formação de uma comissão de negociação formada por 2 representantes de cada setor (estudantes, funcionários e professores). CA’s e SINTUSP não vão indicar ninguém para esse comissão.

  6. Resumo da assembleia do dia 23/05: Cotas; Permanência; Repressão; Corte de verbas; Atividade MST (cervejada na quarta dia 28)

  7. Operação e prisões em Goiânia: Polícia prende militantes em suas casas, usando panfletos como prova.

  8. CRUSP: Reitoria utiliza pressão com funcionários dizendo que estudantes passarão fome. AMORCRUSP pede alimentação para SAS, durante a greve. Distribuição de alimentos às 11h no CRUSP.

  9. Reunião do CRUESP com fórum das 6: – Reitoria intransigente mantendo 0% de reajuste.

    – Ato amanhã: Audiência pública na ALESP; convocados os 3 reitores. Ônibus que sai da praça do relógio ao meio dia levará ao ato.

  10. Campo de Climatologia: Alunos tiveram que pagar. Professores pressionando a burocracia.

Propostas:

Fernando: Trabalhos de campo;

Intercambio;

Falta de professores;

Reforma dos laboratórios;

Contratação de professores;

Sala de informática.

Polvilho: Todas as propostas +currículo organizado numa carta de reivindicações.

Hugo: Demissão do Felício;

Decidir greve.

ENCAMINHAMENTOS

Greve x Não Greve: Greve por contraste.

Trabalho de campo durante a greve: Não terá trabalho de campo durante a greve.

Defesa da EACH como eixo central:aprovado por consenso.

Inclusão do eixo de investimento de11,6% do ICMS para USP: reprovado por contraste.

Admissão imediata dos terceirizados sem concurso: aprovado como eixo secundário.

Abertura de contas da universidade:aprovado.

Reajuste nas bolsas de acordo com o aumento do salário: aprovado como eixo secundário.

Piquete: aprovado por contraste.

Comando de mobilização unificado coma História: reprovado.

Plenário dos três setores na próx. segunda: aprovado.

Calendário da semana:

TER – ALESP | debate sobre cotas
QUA– Atividades com MST e assembleia geral
QUI – reunião do comando de greve e debate sobre permanência

SEX – cervejada com filme e atividade do DCE

Se incorporar ao ato do MTST na sexta, 06-06:aprovado
Nota de repúdio à PM: aprovada.
Moção de apoio à UNESP: aprovada.
Carta aos professores deixando claro que estamos entrando em greve os apoiando, mas com nossas pautas específicas: aprovada
Ocupar bloco K e L: reprovado
Reservar todos auditórios pro 2 semanas pras atividades da greve: aprovado