Arquivo diários:15 de outubro de 2013

CAÇA ÀS BRUXAS: REITORIA DA UNESP ABRE SINDICÂNCIAS PARA PUNIR ESTUDANTES!

retirado de: http://dceheleniraresende.blogspot.com.br/2013/10/sindicanciasocupacao.html

Um dos eixos de luta do Movimento Estudantil da UNESP nas greves e ocupações ocorridas em 2013 foi contra a repressão aos movimentos sociais. Nossa luta se fez legítima em um movimento estadual que culminou em duas ocupações da REItoria em menos de um mês, devido à intransigência da REItoria nas negociações em atender minimamente as pautas estudantis.

          Cerca de um mês após o fim das greves e ocupações, a REItoria da UNESP quer ver cabeças rolando para não ser incomodada novamente por um movimento que luta em prol da classe trabalhadora que historicamente é excluída do espaço universitário, tendo como pautas abrindo processos administrativos contra os estudantes que ocuparam a REItoria nos dias 16 e 17 de Julho de 2013.
       Cabe lembrar a extrema intransigência da REItoria nesta ocupação, visto que não houve qualquer negociação da pauta dos estudantes e no tempo recorde de 15 horas foi executado o pedido de reintegração de posse dos estudantes pela Tropa de Choque da Polícia Militar do estado de São Paulo, sem sequer haver apresentação formal do pedido de reintegração de posse aos estudantes, demonstrando o caráter ilegal de tal atitude. Os estudantes foram então levados à 2ª DP no Bom Retiro em São Paulo, onde ficaram detidos por seis horas e após isto foram qualificados em um boletim de ocorrência.
      Na época foram 113 presos por lutarem por permanência estudantil, democratização da universidade, ampliação do acesso à universidade para as parcelas pobres e negras da população, NÃO à repressão, entre outros que foi brutalmente reprimido pela intransigência do REItorado. Após esta demonstração ditadora, os mesmo querem agora punir os estudantes com processos administrativos para tentar trazer a inércia ao Movimento Estudantil através da via repressora.

Continue lendo